<$BlogRSDUrl$>

20051007

I knew it 

I knew this guy is out in a mission from God!

20041226

Portugal e o Futuro 

Texto muito lúcido do Prof. José Moniz Pereira, pioneiro da Inteligência Artificial em Portugal no Público. A destacar a observação de que a estratégia do lucro imediato transforma as Universidades em anexos de Desenvolvimento das empresas, como via de financiamento do Estado às empresas. As considerações do Prof. Moniz Pereira Esta é, de facto, a política que se segue num país chamado Portugal.

Mas a fria e nua constataçao é esta: "Portugal continua com enorme iliteracia científica. O atraso aumenta porque outros do espaço Europeu movem-se melhor e mais depressa. Aprovou-se na UE o aumento para 3% do PIB em 2010 do financiamento à Ciência e Tecnologia, mas depois logo vem um nosso ministro dizer que a meta não é para nós, nem metade, só para os outros."

Terrível. Num mundo cujas economias se distiguem pela escolha entre qualidade/conhecimento (Finlândia, Japão, Coreia), ou trabalho barato/quantidade (China, Índia, Filipinas), Portugal segue o último caminho.

20041010

Conversas em Família e Censura 

Fantástica análise de Mário Mesquita sobre o caso Marcelo. A situação revela não apenas uma ingerência do Governo na liberdade de expressão, mas sobretudo o estado doentio dos media em Portugal, propiciado pela concentração empresarial.

20041003

Coffee Causes Dependency 

I knew it, I knew it! But what a lovely dependency it is :-)

20040922

O Caos! O Caos! 

Estava eu ontem preocupado com o caos informático na educacão quando descobri isto e isto. Nossa Senhora nos acuda, salve-se quem puder!

20040921

A Eficiência do Caos 

Este ano, resolveram informatizar o processo de inscricões da Faculdade. Em consequência, o caos tornou-se mais eficiente e mais moderno.

Exponencializado pela mais moderna tecnologia, o caos da burocracia académica floresceu resplandecentemente como uma flôr do deserto após o aguaceiro de Primavera. Onde um ressequido e espinhoso arbusto se embrenhava sobre si mesmo -enquanto os coelhitos se abrigavam no seu seio, ergue-se agora uma selva firmemente enraízada num sistema informático magnificamente confuso, mas eficiente no registo das propinas pagas -ou não- pelos alunos.

Agora, não há coelhinha nem coelhinho que possa fugir. Primeiro, pagar as propinas, depois obter a password e o login e depois inscreverem-se no site da Faculdade. Entre os meandros de um dia inteiro de espera para se ser atendido entre cada etapa, é preciso saber distinguir entre as sombras desta selva a diferenca entre a Licenciatura, o Maior, o Minor e as àreas opcionais, quando o sistema só distingue e aceita inscricões cadeiras. Em resultado, as aulas näo podem comecar porque näo se sabe a que curso de que ano pertence cada aluno. Em suma, os coelhitos podem estar perdidos mas as suas cenouras pertencem à selva.

Como era bom despachar a inscricão no novo ano lectivo 15 minutos, preenchendo a papelada, pô-la no envelope colocá-la na caixa de correio da Secretaria! Como tenho saudades do singelo caos pré-informático!

20040915

Às vezes temos de nos tratar bem a nós próprios 

Hoje adquiri um brinquedo novo, uma Nikon D70. Claro que estou felicíssimo e que até agora os meus primeiros testes com a câmara superam as expectativas, mas obviamente a minha productividade desceu imenso o resto do dia: nada de desporto ou estudo, apenas puro fruir.

20040914

Patruska Maluka 

Até que enfim que há alguém que escreve um blogue que não se leva demasiado a sério: a Xobineski Patruska! Já estou cheio tanto de bloguistas de direita empunhando furiosamente chavões neo-liberais e música pop, como de bloguistas de esquerda preconceituadamente despreconceituados. Volto a dizer: esta gente leva tudo demasiado a sério, sobretudo eles próprios.

Mas quanto à Xobineskinha, palavra de honra, o que ela é é uma fenomenóloga do absurdo da vida quotidiana. A sério, não há nada mais alucinantemente divertido que a própria vida que se leva todos os dias, para quê drogas?!


20040718

Explicando a guerra no Iraque 

Todos os comentários que possamos fazer à guerra no Iraque, são isso mesmo: comentários. Mas são-no em relação à Guerra do Peloponeso, de Tucídides.

20040717

The bottom of the bottom 

When you think that all justifications for waging war on Irak were exhausted, and that all counter-arguments were gaining strengh, the deliberate torture of children in order to pressure their parents taints all this enterprise with a character of evil. After Fallujah and Abu Ghraib there was no chance for the ocupating troops to win the hearts and minds of the population. But now, there's is no chance that the population won't rise up against the ocupants.


20040626

Calote à Ciência 

Isto seria incrível se não se conhecesse a política científica de Portugal. Considera-se prioritário pagar mega-estádios de futebol novinhos em folha a entidades privadas (Sociedades Anónimas Desportivas), mas para projectos internacionais de investigaçao a única coisa é há é calote.

Por outro lado, premeia-se a "excelência" definindo critérios impossíveis de alcançar. A sério, a sério, quem é que tem mais de 50 artigos científicos publicados e quer vir trabalhar para um país que não paga as prestaçoes dos projectos científicos com que se compromete?!

20040102

"Democracia no Médio-Oriente", v0.1 

Esta dispensa comentários!

20031102

Observations on the Japanese and Portuguese peoples, I.
The Japanese usually place a high value on formal education, which is seen as rather important factor on character building, on the making of the person one actually is. Among Portuguese, formal education is seen most of the times as a way to obtain social status, not really connected with the world in which one actually struggles with the challenges of one's life, and ingenuity and expediency are often higher esteemed than study.

A Japanese who studied in Tokyo or Kyoto Universities is seen by his fellow countrymen as someone whose character was definetely improved by his academic experience. A Portuguese who studied in Lisbon or Coimbra Universities, is a "Doctor", a "Engineer", someone who holds a title of social renown.
Afinal quem manda, o rei ou a eminência parda?!
Wait a minute: is the Bush administration requesting other nations for money to rebuild a country -destroyed by their own military- that sits on top of the world's second largest oil reserves, or for the corporations that funded its own presidential campaign?
To send the fatherland's soldier's to die for big business is already bad. To ignore and censor their funerals, is even worse.
So, it seems that the most competitive economy in the world is the one with the most opposed policies from such countries as Portugal. A state with 30% tax rates, duly applied in public health service, public education, infrastructure and support to Small and Medium enterprises. As you could guess, it's Finland!

20031101

Now I'm confused, wasn't Saddam reported dead several times during the American invasion? So how can he be coordinating attacks against occupying forces in Iraq?!
Wonderful article by Collin McGinn in the Prospect. A life dedicated to Philosophy, and a beautiful one. Or paraphasing Plato, the most worthy life that can be lived is the one of the of Philosopher.

20031031

Money makes the world go round. Or, if you feed your dog, it will bite for you! Who said this wasn't a big business war?

20031019

"Muerra la inteligencia, viva la muerte!", parte II.
O meu estilo de escrita em Português anda cada vez mais estranho: verbos no fim das frases utilizados como sujeito, fazer uso de "ir em" para qualificar acção de um sujeito se deslocar a um local para efectuar uma acção, etc. Enfim, é o Japonês a infiltrar-se na minha cabeça!

Eu não vos disse que os Taikonautas Chineses iam apreciar paparoca tradiconal chinesa em órbita? Pois é meus amigos, o TCOR Yang Liwei teve de suportar a tortura de comida em tubo (só os Americanos e os Russos é que se lembravam de comer "fast food" no espaço), mas sim "nuggets of spicy shredded pork, diced chicken and fried rice cooked with nuts, dates and other delicacies".

Este é um traço muito próprio não só dos Chineses, mas também dos Coreanos e dos Japoneses: sem a sua paparoca tradicional ficam muito tristes. E depois digam que não são povos civilizados!

Mas há melhor: TCOR Yang Liwei pôde tirar uma sestinha depois do repasto! Faz-me lembrar os trabalhadores Japoneses, que são autorizados a tirar uma soneca no local de trabalho a seguir ao almoço!

Sr. Ministro Bagão Félix: em vez de andar a aí a desmoralizar quem trabalha, faça lá passar legislação que proteja o direito à sesta. Aí então pode ser a que a productividade suba.

20031018

Caros amigos defensores da guerra no Iraque: se são assim tão sinceramente seus defensores, façam favor de se voluntariar para ela e de correr os respectivos riscos inerentes a qualquer guerra (e.g. "ganhar umas medalhinhas e um capote de madeira"). De outro modo, arriscam-se a passar por hipócritas.

20030722

Ah, optimistas! Mas esta gente não percebe que viver com um corpo cada vez mais decadente também cansa?

20030530

Esqueçam a Califónia e o Silicon Valley: o epicentro do desafio tecno-científco deslocou-se para a China. Como serão "noodles" fritos em ambiente 0g?

20030529

Caro Dr. Prado Coelho: onde se efectuam as inscrições para a Associação Portuguesa dos Amigos da Sesta?!?!

20030527

Be afraid, be very afraid: nowhere to run, nowhere to hide!
Take a look at this and imagine the possibilities for oral sex!
Here's the scientific proof that sleeping is such a good thing. As I suspected, I spend all weekend learning :-)

This page is powered by Blogger. Isn't yours?